English | Português
Acção JM > 15,970 1,27 % 27-03-2017, 16:37 GMT

Apoios Directos e Indirectos

No contexto de uma conjuntura económica difícil, mantivemos o compromisso de apoiar várias instituições que realizam trabalho social relevante.

APOIOS DIRECTOS

Em 2015, apoiaram-se mais de 700 instituições de forma directa perfazendo 17,4 milhões de euros. Este valor representa um aumento de 9,4% face a 2014.

Institucionalmente, o Grupo apoiou 40 instituições, doando mais de 1,6 milhões euros, o que traduz um aumento de mais de um milhão de euros face a 2014. Deste montante, 67% foram destinados à área educativa.

A Academia do Johnson foi o projecto comunitário apoiado e tem como missão o combate à exclusão social e o abandono escolar de cerca de 140 crianças e jovens provenientes de comunidades vulneráveis na região de Lisboa.

Esta Academia promove a prática de desporto como forma de desenvolvimento de competências comportamentais, sociais e técnicas que ajudem a prevenir situações de risco nas suas vidas e que potenciem a sua integração na sociedade.

O Pingo Doce apoiou, em géneros alimentares e em valor monetário, cerca de 600 instituições que cumprem uma missão social nas comunidades envolventes. Este apoio fixou-se em mais de 14,6 milhões de euros, um crescimento de mais de 4% face ao ano anterior.

Os apoios do Recheio, JMDPC, Hussel e JMRS totalizaram 559 mil euros, essencialmente em géneros alimentares.

Na Polónia, o montante dos apoios às instituições que ajudam a combater a fome e a subnutrição fixou-se em mais de 575 mil euros.

A Ara continuou a apoiar a Abaco - Asociación de Bancos de Alimentos de Colombia, cuja missão é a de estabelecer alianças estratégicas com parceiros públicos e privados para o combate à fome e ao desperdício alimentar. Em 2015, a Ara doou géneros alimentares, num valor equivalente a mais de 33 mil euros.


APOIOS INDIRECTOS

No Pingo Doce, foram recolhidas pelos voluntários cerca de 923 toneladas de alimentos no âmbito das campanhas do Banco Alimentar Contra a Fome. A esta e outras instituições, como o C.A.S.A. - Centro de Apoio ao Sem-Abrigo e a ACAPO - Associação dos Cegos e Amblíopes de Portugal, venderam-se vales convertíveis em géneros alimentares, tendo sido angariados junto dos consumidores mais de 153 mil euros, que corresponde aproximadamente a 100 toneladas de produtos.

Na Polónia, em parceria com a Federação dos Bancos Alimentares Polacos e com a Caritas Polska, foram recolhidas nas lojas da Biedronka mais de 1.150 toneladas de géneros alimentares doadas pelos consumidores.

Na Colômbia, a Ara angariou junto dos seus clientes um valor de mais de 32 mil euros para apoios à Fundación Aldeas Infantiles SOS Colombia, que auxilia mais de 950 crianças e 675 famílias nos municípios de Riosucio e Bolívar.

O número de crianças apoiadas, em 2015, mais do que duplicou face ao ano anterior, acompanhando a expansão da Ara para a Costa do Caribe.